Quais fatores podem reduzir a produtividade no trabalho?

Uma das características mais apreciadas das empresas é a produtividade de seus funcionários, que consiste em executar tarefas com agilidade e qualidade. Entretanto, com a chegada da pandemia, houve uma grande mudança na rotina, provocada principalmente pelo teletrabalho. Na nova realidade, manter a eficiência diariamente e adaptar-se a novos formatos de negócios pode ser uma tarefa difícil.

A psicóloga Carla Guth explica que a produtividade pode ser afetada por uma série de fatores e que para entender o que realmente a influencia, é necessário olhar para o contexto e fazer alguma auto-análise. Nesta fase, ela lista as práticas comuns que podem afetar o desempenho.

Falta de organização
Uma pesquisa realizada pelo Centro de Inovação FGV-SP entre 464 trabalhadores domésticos mostrou que 56% deles têm grande ou moderada dificuldade em equilibrar suas atividades profissionais e pessoais. Para Carla, este é um grande obstáculo para a eficiência do trabalho.

“Se você não organiza a rotina, divide as tarefas diárias em pequenas tarefas, determina o tempo para realizar cada uma delas, deixa espaço para pausas estratégicas, seu dia acaba ficando completamente ocupado. As pessoas que não se organizam bem sempre apagam pequenos incêndios e não conseguem se manter no caminho certo. Manter um alto nível de produtividade no trabalho requer concentração e isso significa estar no momento, fazendo uma tarefa de cada vez”, explica ele.

O conselho do especialista é dividir as tarefas e colocá-las no papel. Além da organização, fazê-los e retirá-los da agenda traz uma sensação de felicidade, o que pode contribuir para a produtividade.

As pausas no trabalho podem melhorar a produtividade. Foto: Pexels.

Falta de hábitos saudáveis
Durante o tempo passado em casa, muitas pessoas começaram a relatar problemas com insônia, exercícios negligenciados e mudanças dietéticas – algumas pessoas comem mais e se esquecem de comer porque estão muito ocupadas com o trabalho. Nenhum desses hábitos promove um bom desempenho nas atividades.

“Quando falamos de exercício, dieta e sono durante o dia, estamos falando de bem-estar, o que influencia a produtividade e a psicologia. No final, tudo isso se conecta. Para trabalhar e produzir, você tem que se sentir bem. Com a pandemia, isto se tornou ainda mais importante porque as pessoas estão mais ligadas aos sentimentos”, explica o psicólogo.

É por isso que é muito importante separar um período do dia para relaxar, fazer alguma atividade física – mesmo leve – e fazer pequenos intervalos no trabalho para almoçar ou tomar café. Cuidar da própria saúde mental deve ser sempre uma prioridade, pois é a base de tudo.

Quebras de comunicação
Como todos trabalham remotamente, o número de reuniões e pedidos tem aumentado consideravelmente. Mas se estas informações não forem transmitidas com clareza, a produção também não irá como planejado. Segundo Carla, a vida no escritório em casa já está bastante confusa por problemas diários e só piora se não houver uma comunicação adequada entre gerentes e funcionários.

“Cada trabalho requer feedback, tanto do funcionário para o gerente quanto do gerente para a equipe. O funcionário deve fazer perguntas ao gerente sobre uma solicitação ou validar prioridades de tarefas, por exemplo. Além de receber feedback e entender o problema, ele estará motivado a produzir mais”.

Insegurança
O resultado dos cenários acima leva à insegurança. O psicólogo explica que a situação é como uma “bola de neve”. “A pessoa é muito solicitada, estressada, sem saber o que fazer, o que aumenta a sensação de não ser produtiva”. Ele equilibra vários pequenos pratos ao mesmo tempo e tem a visão de que não será capaz de fazê-lo, o que gera desconforto que afeta diretamente a motivação e a confiança”.

Para Carla, a melhor maneira de recuperar a produtividade é primeiro criar uma boa organização para as tarefas diárias e depois estabelecer um canal de comunicação com os gerentes para entender as expectativas e deixar limites claros. Por outro lado, o psicólogo também acredita que as empresas devem repensar os valores e formatos, a forma como trabalham e desenvolver o bem-estar dos funcionários.

Quais fatores podem reduzir a produtividade no trabalho?